blog dos trilheiros

Teve início na noite de ontem 10, e continuará durante todo o dia  de hoje  a I Feira de Geoturismo da Região Central, que está sendo organizada pela Associação Trilheiros da Caatinga.
Evento esse que merece toda a nossa atenção e respeito por está tratando de aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais que envolvem não apenas nossa cidade mas a nossa sofrida região.
Seria de grande importância para aqueles que estão pretendendo atuar na área de gestão publica, participar desse evento, pois com certeza sairiam com uma visão bem mais contextualizada sobre o potencial que tem nossa cidade e que precisa trabalhar ainda mais com relação a esse aspecto.

 

Imagem: Diário dos Açores

A partir da próxima terça-feira (14), os agricultores familiares da comunidade do Gramorezinho, na zona Norte de Natal, participarão de um ciclo de oficinas sobre cultivo de produtos orgânicos, a partir das 14h30. As capacitações tem supervisão técnica da Emater-RN e fazem parte do projeto Amigo Verde, uma parceria da instituição com o Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, Procuradoria Geral do Estado e o Sebrae-RN, com patrocínio da Petrobras. Os produtores são membros da Associação de Amigos Moradores do Sítio Guamaré e Adjacências (AMIGS).
O objetivo do projeto é converter o cultivo convencional, utilizando agrotóxicos, para o cultivo orgânico, gerando mais renda e oportunidades de trabalho para cerca de 120 famílias da comunidade. Naquela região são cultivadas hortaliças consumidas por boa parte da população da Grande Natal. “A utilização de agrotóxicos prejudicam não apenas a saúde dos produtores, dos consumidores, como também o solo e os recursos hídricos da região. Essa mudança no sistema de cultivo é essencial”, explica o engenheiro agrônomo Cláudio Anders.
Técnicos da Emater-RN ministrarão a oficina de sensibilização no dia 14 e apresentarão aos produtores os conceitos de produção orgânica. A capacitação será realizada no Society Ouro Verde, localizado na Avenida Moema Tinoco da Cunha Lima, 4031, Pajuçara, nos dias 21, 22 e 28 de agosto, técnicos da instituição farão oficinas de capacitação sobre “Compostagem e Biofertilizantes”, cada uma com a participação de até 40 produtores.
Após a realização das oficinas, os produtores receberão suporte técnico para a implantação da agricultura orgânica, para em um futuro breve obterem a certificação para utilização do Selo Orgânico. O projeto durará dois anos e o investimento do convênio com a Petrobras é da ordem de R$ 1 milhão. Caberá ao Sebrae-RN a supervisão gerencial e empreendedora para os produtores. A Emater-RN coordenará a equipe, que será formada por técnicos das entidades colaboradoras e por dois profissionais técnicos em agropecuária contratados pela AMIGS. 

Fonte: Semi Árido.org

Programação das oficinas

21 de agosto de 2012 - OFICINA DE CAPACITAÇÃO - Compostagem e Biofertilizantes 
- Sítio do sr. Aílton do Nascimento ("João") - Av. Moema Tinoco da Cunha Lima, 5241
22 de agosto de 2012 - OFICINA DE CAPACITAÇÃO - Compostagem e Biofertilizantes
- Sítio do sr. Nazareno Cândido das Flores Filho ("Nego") - Sítio Campinas
28 de agosto de 2012 - OFICINA DE CAPACITAÇÃO - Compostagem e Biofertilizantes
- Sítio do sr. Francisco Monteiro - Av. Moema Tinoco da Cunha Lima

Homem e Natureza

A tensão entre Homem e Natureza se acentuou especialmente com os processos industriais por ele criados. Esse processo é visto como gerador de desenvolvimento, empregos, conhecimento e maior expectativa de vida. Porém, o homem se afastou do mundo natural. Com o desenvolvimento industrial e o surgimento da era tecnológica, contaminamos o ar, a água e o solo e colocamos em risco a sobrevivência do planeta.
O elevado índice de consumo e a consequente industrialização esgotam, ao longo do tempo, os recursos da Terra. Muitos desastres naturais são causados pela ação do homem no meio ambiente.
Por outro lado, novas organizações e empresários realizam seus negócios já com uma consciência ambiental, tentando utilizar o mínimo de recursos naturais e reaproveitar os já utilizados.
Hoje começa   a existir uma maior percepção e valorização do meio ambiente, mas  a humanidade está longe de aprender a consumir e interagir com os recursos limitados da Terra.
Alguns princípios básicos como a percepção e valorização dos ecossistemas podem servir para orientar o desenvolvimento de técnicas que gerem o equilíbrio entre o homem e a natureza.

 

O bioma Caatinga é o principal ecossistema existente na Região Nordeste, estendendo-se pelo domínio de climas semi-áridos, numa área de 73.683.649 ha, 6,83% do território nacional; ocupa os estados da BA, CE, PI, PE, RN, PB, SE, AL, MA e MG. O termo Caatinga é originário do tupi-guarani e significa mata branca. É um bioma único pois, apesar de estar localizado em área de clima semi-árido, apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo. A ocorrência de secas estacionais e periódicas estabelece regimes intermitentes aos rios e deixa a vegetação sem folhas. A folhagem das plantas volta a brotar e fica verde nos curtos períodos de chuvas.

Neste Domingo, dia 29/07 os Trilheiros da Caatinga com a equipe da Legion Adventure realizaram mais uma novidade turística em Lajes.
O rapel aos poucos vem atraindo visitantes para a sua prática. Avisamos aos amantes do esporte, que já está abertas as inscrições para quem quizer participar, só informamos que para praticar o rapel, o participar terá que ser maior de 18 anos.
Veja algumas imagens.

Página 4 de 4

4
Próximo
Fim

Nossos Contatos

Fone: (84) 9938-0853 - Leandro 
Email: contato@trilheirosdacaatinga.org